Primeiro livro de Enoque - Capitulo 21

Segunda viagem de Enoque

1

Enoque passa através da terra e do hades

Então fui levado para um lugar no qual nada estava completo.

2

Lá eu vi algo de espantoso; não se via nem um céu exaltado, nem de uma terra estabelecida, mas um lugar desolado e horrível.

3

Lá também vi sete estrelas do céu amarradas juntas, semelhantes a grandes montanhas, e semelhante ao fogo fervente.

4

Eu exclamei: Por que espécie de crime elas foram amarradas, e por que foram removidas de seu lugar?

5

Então Uriel, um dos santos anjos que estava comigo, e o qual conduzia-me, respondeu: Enoque, por que perguntas; por que arrazoas consigo mesmo, e ansiosamente indagas?

6

Estas são aquelas estrelas que transgrediram o mandamento do altíssimo Deus; e estão aqui amarradas, até que o número infinito dos dias dos seus crimes esteja completo.

7

Dali eu passei depois para um outro lugar terrível;

8

Onde eu vi a operação de um grande fogo flamejante e resplandecente, no meio do qual havia uma divisão.

9

Colunas de fogo lutando juntas para o fim do abismo, e profunda era sua descida.

10

Mas sua medida e magnitude eu não fui capaz de descobrir, nem pude perceber sua origem.

11

Então exclamei: Quão terrível é este lugar, e quão difícil explorá-lo!

12

Uriel, um dos santos anjos que estava comigo, respondeu e disse:

13

Enoque, por que estás alarmado e maravilhado com este terrível lugar, à vista deste lugar de sofrimento?

14

Isto, disse ele, é a prisão dos anjos; e aqui eles serão mantidos para sempre.