Primeiro livro de Enoque - Capitulo 24

As sete esplêndidas montanhas e as arvores perfumadas

1

Eu fui dali para outro lugar, e vi uma montanha de fogo que resplandece tanto de dia quanto de noite.

2

Fui em direção a ela e percebi sete esplêndidas montanhas, as quais eram diferentes umas das outras.

3

Suas pedras eram brilhantes e belas; todas eram brilhantes e esplêndidas à vista e formosa era sua superfície.

4

Três montanhas estavam em direção ao leste, consolidadas e fortalecidas por estarem colocadas uma sobre a outra; três estavam em direção ao sul, consolidadas de maneira similar.

5

Três eram igualmente vales profundos, os quais não se acercavam uma da outra.

6

A sétima montanha estava no meio delas.

7

Em comprimento elas todas se assemelhavam ao assento de um trono, e árvores perfumadas rodeavam-nas.

8

Entre estas havia uma árvore de um perfume incessante; nem daquelas que estavam no Éden, havia lá alguma, de todas as árvores de fragrância, que cheirava como esta.

9

Suas folhas, suas flores, nunca ficam murchas, e seu fruto era belo.

10

Seu fruto assemelhava-se ao cacho da palmeira.

11

Eu exclamei: Vê! Esta árvore é vistosa de aspecto, agradável em suas folhas, e o aspecto de seus frutos é delicioso à vista.

12

Então Miguel, um dos santos anjos que estava comigo, e um dos que presidem sobre elas, respondeu;