Primeiro livro de Enoque - Capitulo 25

A árvore da Vida

1

E disse: Enoque, por que inquires a respeito do perfume desta árvore?

2

Por que estás inquisitivo para sabê-lo?

3

Então eu, Enoque, respondi-lhe, e disse:

4

Concernente a tudo eu estou desejoso de saber, mas particularmente com respeito a esta árvore.

5

Ele respondeu-me dizendo: A montanha que tu vês, o prolongamento da qual assemelha-se ao assento do Senhor, será o assento no qual se assentará o Santo e grande Senhor da glória, o eterno Rei, quando Ele virá e descerá para visitar a terra com bondade.

6

E aquela árvore de agradável aroma, não de um perfume carnal; lá ninguém terá poder para toca-la até o tempo do grande julgamento.

7

Quando todos serão punidos e consumidos para sempre; isto será conferido sobre os justos e humildes.

8

O fruto da árvore será dado aos eleitos.

9

Pois em direção ao norte, vida será plantada no santo lugar, em direção à habitação do eterno Rei.

10

Então eles se regozijarão grandemente e exultarão no Santo.

11

O doce perfume entrará em seus ossos; e eles viverão uma longa vida na terra como seus antepassados; em seus dias não haverá tristeza, angústia, aborrecimento e nem punição os afligirá.

12

E eu abençoei o Senhor da glória, o eterno Rei, porque ele preparou esta árvore para os santos, formou-a, e declarou que Ele a daria para eles.