Primeiro livro de Enoque - Capitulo 65

Enoque prediz a Noé do Dilúvio e sua própria preservação

1

Naqueles dias Noé viu que a terra inclinou-se, e que destruição aproximava-se.

2

Então ele levantou seus pés e foi para os confins da terra, para a habitação do seu bisavô Enoque.

3

E Noé clamou com uma amarga voz: Ouvi-me, ouvi-me, ouvi-me, três vezes.

4

E ele disse: Dize-me o que está ocorrendo sobre a terra, pois a terra trabalha e é violentamente abalada. Certamente eu perecerei com ela.

5

Depois disso houve uma grande perturbação na terra e uma voz foi ouvida desde o céu.

6

Eu caí sobre minha face, então meu bisavô Enoque veio e colocou-se ao meu lado.

7

Ele disse-me: Por que clamas a mim com um amargo clamor e lamentação?

8

Um mandamento partiu do Senhor contra aqueles que habitam na terra para que eles sejam destruídos, pois eles conhecem todo segredo dos anjos, toda obra opressiva, o poder secreto dos demônios e todo poder daqueles que cometem sortilégios, tanto quanto daqueles que fazem imagens fundidas em toda a terra.

9

Eles sabem como a prata é produzida do pó da terra e como na terra a gota metálica existe, pois o chumbo e o estanho não são produzidos da terra como fonte primária de sua produção.

10

Há um anjo colocado sobre ela, e o anjo luta para prevalecer.

11

Depois disso meu bisavô Enoque agarrou-me com sua mão, levantando-me e disse-me:

12

Vai, pois eu pedi ao Senhor Deus a respeito desta perturbação da terra; o qual respondeu:

13

Por conta da impiedade deles seus inumeráveis julgamentos foram consumados diante de mim.

14

Com respeito às luas eles inquiriram, e têm conhecimento de que a terra perecerá com aqueles que habitam sobre ela* , e que estes não terão lugar de refúgio para sempre.

* Com respeito às luas... habitam sobre ela. Ou, "Por causa dos sortilégios que eles procuraram e aprenderam a terra e aqueles que habitam sobre ela serão destruídos".

15

Eles descobriram segredos, e eles são aqueles que têm sido julgados; mas não você, meu filho.

16

O Senhor Deus sabe que tu és puro e bom, livre da reprovação do descobrimento de segredos.

17

Ele, o Santo, estabelecerá Seu nome no meio dos santos e te preservará daqueles que habitam sobre a terra.

18

Ele estabelecerá tua semente em retidão com domínio e grande glória, e da tua semente se espalhará retidão, e homens santos sem número para sempre.