Livro de Melquisedeque - Capitulo 31

Satanás fala em acabar com cântico de louvor do homem

1

Satanás viu aproximarem-se do paraíso os mensageiros e ouviu o canto do homem prometendo uma eterna vitória.

2

Esse cântico fez com que sua inveja e ódio aumentassem de tal maneira que não os pôde conter.

3

Disse então a seus seguidores que em breve faria silenciar aquela voz.

4

Faria tudo para transformar o louvor humano em blasfêmias ao Criador.

5

As hostes rebeldes ficaram curiosas para conhecer os planos de seu chefe, mas foram por ele advertidas de que deveriam aguardar até que tudo ficasse para sempre decidido.

6

Se o homem ouvisse sua voz, comendo do fruto da árvore da ciência do bem e do mal, seria vitorioso, possuindo para sempre o domínio do Universo.

7

Caso o homem resistisse, permanecendo fiel ao Criador, já não haveria qualquer esperança para eles.

8

O paraíso parecia estar envolvido por uma eterna segurança, mas no semblante do homem podia ser vista uma expressão de temor.

9

Desde a partida dos anjos, Adão e Eva permaneciam silenciosos, meditando com reverência sobre a tremenda responsabilidade de sua missão.

10

Pensavam na seriedade daquela iminente prova que haveria de selar o seu futuro e o de toda a Criação.

11

Animados, contudo, ante o pensamento da vitória, uniram mais uma vez as vozes num cântico que expressava a certeza do triunfo anelado.

12

Essa melodia baniu de suas mentes todo o medo de derrota e, alegres, correram pelos prados verdejantes, acompanhados pelos fogosos animais que pareciam comemorar a grande conquista.

13

Sentiam-se seguros em seu paraíso, totalmente esquecidos do perigo de uma possível tentação.