Livro de Melquisedeque - Capitulo 42

A saída de Adão e Eva do jardim do Éden

1

O criador, que acompanhado pelo casal permanecia ainda sobre o monte Sião, concluiu Suas revelações dizendo:

2

O jardim do Éden ficará agora vazio.

3

O homem, durante a longa noite de pecado, vagueará em seu exílio.

4

Não andará, contudo, sozinho, pois Eterno, também peregrinará e trilhará com o homem toda a estrada espinhosa, até poderem juntos galgar o monte perdido, triunfando gloriosamente sobre o reino da morte.

5

A árvore da ciência do bem e do mal monumento da rebeldia será então desfeita, dando lugar a uma árvore gloriosa que, unindo sua copa à árvore da vida, se tornará no arco comemorativo da grande vitória.

6

Sobre o santo monte redimido, repousará então para sempre o torno universal, que pelos fiéis triunfantes será nomeado: o trono de Deus e do Cordeiro”.

7

Adão e sua companheira, após ouvirem palavras tão confortadoras e cheias de esperança, ergueram a voz num cântico de gratidão e louvor.

8

Conheciam agora o infinito amor de seu Criador e estavam dispostos a servi-Lo.

9

Depois de consolar o casal, Deus levou-os para fora do Éden.

10

Não lhes foram fácil se despedir daquele precioso lar; ali haviam despertado para a vida nos braços do Eterno; ali desfrutaram momentos de pura felicidade, em companhia do Criador, dos anjos e dos dóceis animais.

11

Uma saudade infinita parecia envolver o casal em seus passos de abandono.