Livro de Melquisedeque - Capitulo 6

O amor do Eterno

1

O tão acalentado sonho do Criador se concretizara.

2

Agora, como Pai carinhoso, conduzia as criaturas através de uma eternidade de harmonia e paz.

3

Em virtude do cumprimento das leis divinas, o Universo expandia-se em felicidade e glória.

4

Havia um forte elo de amor, que a todos uniam fortemente.

5

Os seres racionais, dotados da capacidade de um desenvolvimento infinito, encontravam indizível prazer em aprender os inesgotáveis tesouros da Sabedoria divina, transmitindo-os aos semelhantes.

6

Eram como canais por meio dos quais a Fonte da Eterna Vida nutria a todos de amor e luz.

7

Em Jerusalém, os ministros do reino reuniam-se ante o soberano Rei, sempre prontos a cumprir os Seus propósitos.

8

Era através de Lúcifer que o Eterno tornava manifesto os Seus desígnios.

9

Depois de receber uma nova revelação, ele prontamente a transmitia às hostes angelicais.

10

Estas, por sua vez, a compartilhavam com a criação.

11

Em célere voo os anjos rumavam para as terras planetas capitais, onde, em grandes assembleias, reuniam-se os representantes dos demais mundos.

12

Em muitas dessas assembleias, Lúcifer fazia-se presente, enchendo os participantes de alegria e admiração.

13

Perfeito em todas as virtudes, ele os cativavam com sua simpatia.

14

Nenhum outro anjo conseguia revelar como ele os mistérios do amor do Eterno.