O livro de Jasar - Capitulo 2

Cento e trinta anos de vida de Adão

1

E foi no ano de cento e trinta anos de vida de Adão sobre a terra, que ele novamente conheceu Eva, sua mulher, e ela concebeu e deu à luz um filho à sua semelhança e à sua imagem, e chamou o seu nome Seth, dizendo: "Porque Deus me deu outro filho no lugar de Abel, pois Caim matou ele".

2

Seth viveu 105 anos, e gerou um filho, e chamou seu filho de Enosh, dizendo: "Naquele tempo os filhos dos homens começaram a se multiplicar, e afligir suas almas e corações transgredindo e rebelando-se contra Deus".

3

E nos dias de Enosh os filhos dos homens continuaram a rebelar-se e transgredir contra Deus, para aumentar a ira do Senhor contra os filhos dos homens.

4

E os filhos dos homens foram e serviram a outros deuses, e esqueceram-se do Senhor, que os criou na terra, e naqueles dias os filhos dos homens fizeram imagens de bronze e ferro, madeira e pedra, e inclinaram se a elas e as serviram.

5

E cada homem fez o seu deus e se inclinaram para eles, e os filhos dos homens abandonaram o Senhor todos os dias de Enosh e seus filhos, e a ira do Senhor se acendeu em conta das suas obras e abominações que eles fizeram na terra.

6

E o Senhor fez com que as águas do rio Gihon transbordassem, e Ele os destruiu e os consumiu, e Ele destruiu a terceira parte da terra, e não obstante isso, os filhos dos homens não se converteram dos seus maus caminhos, e suas mãos estavam ainda estendidas para fazer mal aos olhos do Senhor.

7

E naqueles dias não se conseguia nem semear nem colher na terra, e não havia comida para os filhos dos homens e a fome era muito grande naquela época.

8

E a semente que eles semearam naqueles dias na terra tornou-se espinhos, cardos e abrolhos, pois desde os dias de Adão foi esta declaração sobre a terra, a maldição de Deus, com que Ele amaldiçoou a terra, por causa do pecado que Adão pecou diante do Senhor.

9

E foi quando os homens continuaram a se rebelar e transgredir contra Deus, corrompendo-se em seus caminhos, que a terra também se corrompeu por completo.

10

E Enosh viveu noventa anos e gerou a Cainã;

11

E Cainã cresceu e ele tinha quarenta anos, e tornou-se sábio e tinha conhecimento e habilidade em toda a sabedoria, e reinou sobre todos os filhos dos homens, e ele levou aos filhos dos homens a sabedoria e conhecimento, pois Cainã era um homem muito sábio e tinha entendimento em todo tipo de sabedoria, e com sua sabedoria ele governou sobre os espíritos e demônios;

12

E Cainã sabia por sua sabedoria que Deus iria destruir os filhos dos homens por terem pecado na terra, e que o Senhor nos últimos dias iria trazer sobre eles as águas do dilúvio.

13

E Cainã escreveu nas tábuas de pedra, o que era haveria de acontecer no futuro, e pô-los em seus tesouros.

14

E Cainan reinou sobre toda a terra, e ele converteu alguns dos filhos dos homens, para o serviço de Deus.

15

E quando Cainã tinha setenta anos, gerou três filhos e duas filhas.

16

E estes são os nomes dos filhos de Cainã, o nome do Mahlallel primogênito, o segundo Enan, e o terceiro Merede, e foram suas irmãs Ada e Zilá, que são os cinco filhos de Cainã que lhe nasceram.

17

E Lameque, filho de Metusael, tornou-se próximo com Cainã pelo casamento, e ele tomou suas duas filhas para suas esposas, e Ada concebeu e deu à luz um filho de Lameque, e ela chamou o seu nome Jabal.

18

E ela concebeu novamente e deu à luz um filho, e chamou o seu nome Jubal, e Zillah, sua irmã, era estéril naqueles dias e não tinha filhos.

19

Porque naqueles dias os filhos dos homens tinham começado a pecar contra Deus, e a transgredir os mandamentos que ele havia ordenado a Adão, para ser fecundos e se multipliquem na terra.

20

E alguns dos filhos dos homens forçavam suas esposas para beber um composto que as tornavam estéreis, a fim de que elas pudessem manter suas formas e a sua beleza não desaparecesse.

21

E quando os filhos dos homens forçaram suas esposas para beber, Zillah bebeu com eles.

22

E as mulheres estéreis eram abomináveis aos olhos de seus maridos, e as tinham como viúvas enquanto seus maridos viviam, pois só atentavam para as férteis.

23

E, no fim dos seus dias e anos, quando Zillah ficou velha, o Senhor abriu seu ventre.

24

E ela concebeu e deu à luz um filho e chamou o seu nome Tubal Caim, dizendo: "Depois que eu tinha secado tenho o obtido do Deus Todo-Poderoso".

25

E concebeu outra vez e deu à luz uma filha, e ela chamou seu nome Naama, pois ela disse, "depois que sequei tenho obtido prazer e deleite".

26

E Lameque era velho e avançado em anos, e seus olhos se escureceram de forma que não podia ver, e Tubal Caim, seu filho, o estava conduzindo e era um dia que Lameque entrou no campo e Tubal Caim, seu filho estava com ele, e enquanto eles estavam andando no campo, Caim o filho de Adão avançou sobre eles, porque Lameque era muito velho e já não podia ver muito, e Tubal Caim, seu filho era muito jovem.

27

E Tubal Caim disse a seu pai para desembainhar seu arco, e com as setas feriu Caim, que ainda estava longe, e ele matou-o, pois ele lhes surgiu parecendo ser um animal.

28

E as setas entraram no corpo de Caim, embora ele estivesse distante deles, e ele caiu ao chão e morreu.

29

E o Senhor pagou a Caim mal conforme a sua maldade, que ele havia feito ao seu irmão Abel, de acordo com a palavra do Senhor, que Ele tinha falado.

30

E aconteceu que, após Caim ter morrido, que Lameque e de Tubal foram ver o animal que haviam matado, e viram, e eis que Caim o seu avô jazia caído morto sobre a terra.

31

E Lameque ficou deveras triste por isso, e batendo palmas juntos, ele atingiu seu filho e provocou sua morte.

32.

E as esposas de Lameque ouviram o que Lameque tinha feito, e procuravam matá-lo.

33

E as esposas de Lameque odiaram-no a partir desse dia, porque ele matou Caim e Tubal Caim, e as esposas de Lameque separam-se dele, e não deram ouvidos a ele por esses dias.

34

E Lameque veio para suas esposas, e ele esforçou-se para que o ouvissem sobre este assunto.

35

E ele disse a suas esposas Ada e Zillah, "ouvi a minha voz ó esposas de Lameque, atentem para as minhas palavras, pois pensaram e disseram que matei um homem com as minhas feridas, e uma criança com meus açoites sem me terem feito nenhuma violência, mas certamente fique sabendo que eu sou velho e de cabelos grisalhos, e que os meus olhos estão pesados com a idade, e eu fiz essa coisa inocentemente".

36

E as esposas de Lameque ouviram ele neste assunto, e elas voltaram para ele com aconselho de seu pai Adão, que elas não tivessem mais filhos dele, sabendo que a ira de Deus estava aumentando naqueles dias contra os filhos dos homens, para destruí-los com as águas do dilúvio, devido às suas maldades.

37

E Mahlallel filho de Cainã viveu sessenta e cinco anos e gerou a Jarede, e Jarede viveu 62 anos e gerou a Enoch.