O livro de Jasar - Capitulo 24

O sepultamento de Sara. Isaque é enviado a casa de Sem

1

E a vida de Sara foi de 127 anos, e Sara morreu, e levantou Abraão de diante do seu morto a procurar um local de sepultamento para enterrar sua esposa Sara, e ele falou aos filhos de Hete, os habitantes da terra, dizendo:

2

Eu sou um estranho e peregrino com vocês em sua terra, deem-me o direito de um enterro num lugar em sua terra, para que eu sepulte o meu morto de diante de mim.

3

E os filhos de Hete responderam a Abraão; eis que a terra está diante de ti, escolhe um de nossos sepulcros e enterra a tua morta, pois nenhum homem deve reter-te de enterrar a tua morta.

4

E Abraão disse-lhes: Se concordarem, intercedei por mim a Efrom, o filho de Zochar, pedindo que ele me dê a cova de Macpela, que está no fim do seu campo, e eu vou comprá-la com o valor que ele desejar.

5

E Efron habitava entre os filhos de Hete, e foram, e chamaram por ele, e ele veio diante de Abraão, e Efrom disse a Abraão: Eis que tudo tu requereres, teu servo vai fazer, e Abraão disse: Não, mas vou comprar a caverna e o campo que tens pelo valor, a fim de que possa ser para minha posse de um cemitério para sempre.

6

E respondeu Efrom e disse: Eis que o campo e a caverna estão diante de ti, dá que tu desejas, e Abraão disse, Só pelo valor total eu irei comprá-lo para sempre de tua mão, e das mãos daqueles que estão dentro da porta da tua cidade, e de tua descendência.

7

E Ephron e todos os seus irmãos, ouviram isto, e Abraão pesou a Efrom 400 ciclos de prata nas mãos de Ephron e nas mãos de todos os seus irmãos, e Abraão escreveu esta transação, e ele escreveu e testemunhou-o com quatro testemunhas.

8

E estes são os nomes das testemunhas, filho de Amigal Abishna, o heteu, Adichorom, filho de Ashunach o heveu, Abdon filho de Achiram o Gomerita, Bakdil, filho de Abudisho, Zidonita.

9

E tomou Abraão a escritura da compra, e colocou-a nos seus tesouros, e estas são as palavras que Abraão escreveu no livro, a saber:

10

Que a caverna e o campo que Abraão comprou de Efrom, o hitita, e de sua semente, e dos que saem de sua cidade, e de sua descendência para sempre, é uma compra para Abraão e a sua descendência, e para aqueles que saem de seus lombos, para possessão de um lugar de enterro para sempre, e ele colocou um selo sobre ela e testemunhou com testemunhas.

11

E o campo e a cova que estavam nele, em todo lugar foram confirmados a Abraão e à sua descendência depois dele, e dos filhos de Hete; eis que é de Manre, em Hebrom, que está na terra de Canaã.

12

E depois disso Abraão sepultou Sara, sua mulher lá, e esse lugar com todos os seus terrenos tornou-se posse de Abraão e de sua descendência para local de sepultamento.

13

E Abraão enterrou Sara com pompa, como o enterro dos reis, e ela foi enterrada em roupas finas e bonitas.

14

E em seu funeral estava Shem, seus filhos, Eber e Abimeleque, juntamente com Anar, Ashcol e Manre, e todos os grandes da terra seguiram seu funeral.

15

E os dias de Sara foram de 127 anos e ela morreu, e Abraão fez um grande pranto e pesado, e ele realizou os ritos de luto por sete dias.

16

E todos os moradores da terra confortaram Abraão e Isaque, seu filho, por conta de Sara.

17

E quando os dias de seu pranto passaram, Abraão enviou seu filho Isaac, para a casa de Shem e Eber, para aprender os caminhos do Senhor e suas instruções, e Abraão permaneceu ali três anos.

18

Naquele tempo, Abraão levantou-se com todos os seus servos, e voltou para casa, em Berseba, e Abraão e todos os seus servos permaneceram em Berseba.

19

E no final desse ano, Abimeleque rei dos filisteus morreu naquele ano, e ele tinha 193 anos de idade na sua morte, e Abraão foi com o seu povo para a terra dos filisteus, e confortou toda a família e todos os seus servos, e então ele tornou para casa.

20

E foi após a morte de Abimeleque, que o povo de Gerar tomou Benmalich seu filho, e ele tinha apenas 12 anos de idade, e eles o fizeram rei no lugar de seu pai.

21

E Benmalich tomou o nome de seu pai, pois assim era costume fazer em Gerar, e Abimeleque reinou em lugar de seu pai Abimeleque, e ele sentou-se em seu trono.

22

E Ló filho de Harã também morreu naqueles dias, no ano trinta e nove de vida de Isaac, e todos os dias em que Ló viveu foram 140 anos, e morreu.

23

E estes são os filhos de Ló, que lhe nasceram por suas filhas, o nome do primeiro nascido foi Moabe, e o nome do segundo foi Benami.

24

E os dois filhos de Ló tomaram mulheres da terra de Canaã, e eles geraram filhos, e os filhos de Moabe foram Ed, Mayon, Tarso, e Kanvil, quatro filhos, e estes são os pais dos filhos de Moabe até este dia.

25

E todas as famílias dos filhos de Ló foram morar onde quer que eles pudessem permanecer, pois eles frutificaram e aumentaram muito.

26

E eles foram e construíram cidades, na terra onde eles moravam, e chamaram-nas pelos seus próprios nomes.

27

E Naor, filho de Tera, irmão de Abraão, morreu naqueles dias no quadragésimo ano da vida de Isaac, e todos os dias de Naor foram 172 anos e ele morreu e foi enterrado em Haran.

28

E quando Abraão ouviu que seu irmão estava morto, ficou muito infeliz, e chorou seu irmão por muitos dias.

29

E chamou Abraão seu servo Eliezer, para lhe dar ordens a respeito de sua casa, e ele veio e ficou diante dele.

30

E Abraão disse-lhe: Eis que eu estou velho e eu não sei o dia da minha morte, que sou avançado em dias, agora, portanto, levanta-te, vai adiante e não tomes uma esposa para o meu filho desta terra, das filhas dos cananeus entre os quais vivemos.

31

Mas vai para a minha terra e à minha terra natal, e tira de lá uma esposa para o meu filho, e o Senhor Deus do Céu e da terra, que me tirou da casa de meu pai e me trouxe a este lugar, e me disse: à tua descendência darei esta terra por herança para sempre, ele enviará o seu anjo diante de ti e prosperará o teu caminho, para que possas obter uma esposa para o meu filho da minha família e da casa de meu pai.

32

E o servo respondeu a seu senhor Abraão e disse: Eis que eu vou para a tua terra natal e à casa de teu pai, e tomar uma esposa para o teu filho de lá, mas se a mulher não estiver disposta a seguir-me a esta terra, devo levar teu filho de volta para tua terra natal?

33

E Abraão disse-lhe: Toma cuidado para que não removas daqui meu filho de novo, pois o Senhor diante de quem eu tenho andado, ele enviará o seu anjo diante de ti e prosperará o teu caminho.

34

E Eliezer fez como lhe ordenou Abraão e Eliezer jurou a Abraão seu senhor sobre este assunto, e Eliezer levantou-se e tomou dez camelos dos camelos do seu senhor, e dez homens de servos de seu mestre, com ele, e levantaram-se e foram para Haran, a cidade de Abraão e Naor, a fim de buscar uma esposa para Isaac, filho de Abraão, e enquanto isso, Abraão enviou servos para a casa de Shem e Eber, e trouxeram de lá a seu filho Isaac.

35

E Isaac veio para a casa de seu pai para Berseba, enquanto Eliezer e seus homens foram a Haran, e pararam na cidade pelo lugar de rega, e ele fez os camelos ajoelharem-se junto à água e eles permaneceram lá.

36

E Eliezer, servo de Abraão, orou e disse: Ó Deus de Abraão, meu mestre, apressa-te peço-te, em tua bondade, a mostrar ao teu servo, quem tu escolheste este dia para esposa do filho de meu senhor, de sua família.

37

E o Senhor ouviu a voz de Eliezer, para o bem de seu servo Abraão, e ele encontrou-se com a filha de Betuel, filho de Milca, mulher de Naor, irmão de Abraão, e Eliezer chegou a sua casa.

38

E Eliezer falou a eles todas as suas preocupações, e que ele era o servo de Abraão, e eles muito se alegraram.

39

E eles abençoou, e deram-lhe Rebeca, a filha de Betuel, para esposa de Isaque.

40

E a jovem era de aparência muito atraente, ela era virgem, e Rebeca tinha dez anos de idade na época.

41

E Betuel e Labão e seus filhos fizeram uma festa naquela noite, e Eliezer e seus homens vieram e comeram e beberam e se alegraram lá naquela noite.

42

E Eliezer levantou-se de manhã, ele e os homens que estavam com ele, e ele chamou toda a família de Betuel, dizendo: Manda-me para que eu volte ao meu senhor, e ele levantou-se e despediu-se de Rebeca e sua enfermeira Deborah, a filha de Uz, e eles lhe deram prata e ouro, servos e servas, e abençoou-a.

43

E despediram-se de Eliezer e seus homens, e os servos levaram Rebeca, e ele foi e voltou ao seu senhor para a terra de Canaã.

44

E Isaac tomou Rebeca e ela se tornou sua esposa, e ele trouxe-a para a tenda.

45

E Isaque tinha quarenta anos quando tomou Rebeca, filha de seu tio Betuel, para sua mulher.