O livro de Jasar - Capitulo 28

Por conta da fome, Isaque vai a terra dos filisteus

1

E, naqueles dias, após a morte de Abraão, no ano em que o Senhor trouxe uma grave fome na terra, e enquanto a fome grassava na terra de Canaã, Isaac levantou-se para ir para o Egito por conta da fome, como seu pai Abraão tinha feito.

2

E o Senhor apareceu naquela noite para Isaac e ele disse-lhe: Não vás para o Egito, mas sobe e vai para Gerar, a Abimeleque, rei dos filisteus, e fica lá até a fome cessar.

3

E Isaac levantou e foi para Gerar, como o Senhor lhe ordenara, e ele permaneceu lá um ano inteiro.

4

E, quando Isaac veio a Gerar, o povo da terra viu que Rebeca, sua mulher era de uma aparência bonita, e as pessoas de Gerar perguntaram Isaque a respeito de sua esposa, e ele disse: Ela é minha irmã, porque ele estava com medo de dizer que ela era sua esposa para que o povo da terra não pretendesse mata-lo por causa dela.

5

E os príncipes de Abimeleque foram e elogiaram a sua mulher para o rei, mas ele não respondeu a eles, nem atendeu às suas palavras.

6

Mas ele ouviu dizer que Isaac declarou ela era sua irmã, então o rei guardou isso para si mesmo.

7

E havendo Isaac permanecido três meses naquela terra, Abimeleque olhou pela janela, e eis que Isaac estava brincando com Rebeca, sua mulher, pois Isaac morava na casa exterior pertencente ao rei, de modo que a casa de Isaac estava em frente à casa do rei.

8

E disse o rei a Isaac, que é isso que fizeste a nós ao dizer de tua mulher, Ela é minha irmã? A facilidade com que poderia um dos grandes homens do povo se deitar com ela, e querias tu, ter trazido essa culpa sobre nós.

9

E disse Isaac a Abimeleque, porque eu estava com medo de morrer por causa da minha esposa, por isso eu disse: Ela é minha irmã.

10

Naquele tempo Abimeleque deu ordens para todos os seus príncipes e grandes homens, e tomaram Isaac e Rebeca, sua mulher e trouxeram os perante o rei.

11

E o rei ordenou que eles deveriam vesti-los com roupas principescas, e fazer os andar pelas ruas da cidade, e proclamarem diante deles em toda a terra, dizendo: Este é o homem e esta é a sua esposa, e quem tocar neste homem ou em sua mulher, certamente morrerá. E Isaac voltou com sua esposa para a casa do rei, e o Senhor estava com ele e Isaac se engrandecia e não tinha falta de nada.

12

E o Senhor fez com que Isaac achasse graça diante de Abimeleque, à vista de todos seus súditos, e Abimeleque fez o bem para Isaque, pois lembrou-se do juramento e aliança que existia entre seu pai e Abraão.

13

E Abimeleque disse a Isaac: Eis que toda a terra está diante de ti; habita onde quer que possa parecer bem aos teus olhos, até tu voltares para a tua terra, e Abimeleque deu a Isaac campos e vinhas e a melhor parte da terra de Gerar, para semear e colher e comer das frutas do solo até os dias de fome terem passado.

14

E Isaac semeou naquela terra, e colheu uma centena de vezes no mesmo ano, e o Senhor o abençoou.

15

E engrandeceu-se, e ele tinha a posse de manadas e rebanhos e muita gente ao seu serviço.

16

E quando os dias da fome cessaram o Senhor apareceu a Isaac e disse-lhe: Levanta-te, sai deste lugar e volta para a tua terra, para a terra de Canaã, e Isaac levantou-se e voltou a Hebrom, que está na terra de Canaã, ele e todos os pertencentes a ele como o Senhor lhe ordenara.

17

E após isto, Shelach, o filho de Arfaxade morreu naquele ano, ao décimo oitavo ano da vida de Jacó e Esaú, e todos os dias que Shelach viveu foram 433 anos e ele morreu.

18

Naquele tempo Isaac enviou seu filho mais novo Jacó para a casa de Shem e Eber, e ele aprendeu as instruções do Senhor, e Jacó permaneceu na casa de Shem e Eber por 32 anos, e seu irmão Esaú não foi, pois ele não estava disposto a ir, e ele permaneceu na casa de seu pai, na terra de Canaã.

19

E Esaú ia caçar nos campos para levar para casa o que ele pudesse obter, assim o fez Esaú todos os dias.

20

E Esaú era um homem engenhoso e astuto, que prendia os corações dos homens e sobressaía, e Esaú era um homem valente no campo e, com o decorrer do tempo, foram como de costume para caçar, e ele chegou até o campo de Seir, o mesmo é Edom.

21

E ele permaneceu na terra de Seir caçando no campo por um ano e quatro meses.

22

E Esaú viu lá na terra de Seir, a filha de um homem de Canaã, e seu nome era Jehudith, filha de Beeri, filho de Efer, das famílias de Hete, filho de Canaã.

23

E Esaú a tomou como esposa, e ele entrou a ela; 40 anos de idade tinha Esaú quando ele a levou, e ele a trouxe para Hebron, na terra de habitação de seu pai, e habitou lá.

24

E aconteceu que naqueles dias, no ano cento e dez da vida de Isaac, que é o qüinquagésimo ano da vida de Jacó, em que morreu Shem, filho de Noé, e Sem tinha 600 anos de idade na sua morte.

25

E quando Sem morreu, Jacob voltou para o seu pai, em Hebrom, que está na terra de Canaã.

26

E no ano quinquagésimo sexto da vida de Jacó, as pessoas vieram de Haran, e Rebeca comentou sobre seu irmão Labão, filho de Betuel.

27

Pois a esposa de Labão era estéril, naqueles dias, e não dava à luz filhos, e também nenhuma das suas servas gerava para ele.

28

E o Senhor se lembrou de Adinah, a esposa de Labão, e ela concebeu e gerou filhas gêmeas, e Labão chamou os nomes de suas filhas, o nome da mais velha Lia, e o nome da menor Raquel.

29

E vieram e contaram essas coisas para Rebeca, Rebeca e se alegrou muito que, pois o Senhor tivesse visitado o seu irmão e que ele tivesse tido filhos.