O livro de Jasar - Capitulo 30

Jacó no monte Moriá

1

E Jacó continuou seu caminho para Haran, e ele chegou até o monte Moriá, e ele permaneceu lá a noite toda perto da cidade de Betel, e o Senhor apareceu lá a Jacó naquela noite, e ele disse-lhe: Eu sou o Senhor Deus de Abraão, o Deus de Isaac teu pai, e a terra em que estás deitado, eu a darei a ti e a tua descendência.

2

E eis que estou contigo e te guardarei onde quer que fores, e multiplicarei a tua descendência como as estrelas do céu, e farei que todos os teus inimigos caiam diante de ti, e quando eles te fizerem guerra, não prevalecerão sobre ti, e tornarei a trazer-te de novo para esta terra, com alegria, com filhos, e com grandes riquezas.

3

acó acordou do seu sono e alegrou muito com a visão que tinha visto; E chamou o nome daquele lugar Betel.

4

E Jacó levantou-se daquele lugar muito alegre, e quando ele andava, seus pés estavam leve, e ele saiu de lá para a terra dos filhos no Oriente, e ele voltou para Haran e ele descansou junto ao um poço de pastores.

5

E ele lá encontrou alguns homens, vindo de Haran para alimentar seus rebanhos, e Jacó perguntou de onde eram eles, e eles disseram, Somos de Haran.

6

E ele lhes disse: Conhecem Labão, filho de Naor? E eles disseram: Nós o conhecemos, e eis que sua filha Raquel está chegando para apascentar o rebanho de seu pai.

7

Enquanto ele ainda estava falando com eles, Raquel, filha de Labão, chegou para apascentar as ovelhas do pai, pois era uma pastora.

8

E Jacó viu a Raquel, filha de Labão, irmão de sua mãe, correu e beijou-a, e levantou a sua voz e chorou.

9

E Jacó anunciou a Raquel que ele era o filho de Rebeca, irmã de seu pai, e Raquel correu e disse a seu pai, e Jacó continuou a chorar, porque ele não tinha nada com ele para levar a casa de Labão.

10

E quando Labão soube que Jacó, filho de sua irmã, tinha vindo, ele correu e beijou-o e abraçou-o e levou-o para dentro da casa e deu-lhe pão, e ele comeu.

11

E Jacob contou a Labão o que Esaú lhe tinha feito, e o que seu filho Elifaz lhe tinha feito a ele na estrada.

12

E Jacó residiu em casa de Labão por um mês, e Jacó comeu e bebeu na casa de Labão, e depois Labão disse a Jacó: Diga-me qual será o teu salário, pois como tu poderás servir-me de graça?

13

E Labão não teve filhos, so filhas, e suas outras esposas e servas ainda estavam estéreis naqueles dias, e estes são os nomes das filhas de Labão, que sua esposa Adinah dera-lhe, o nome da mais velha era Lia e o nome da mais nova era Raquel e Lia era doce de olhos, mas Raquel era bonita e bem favorecida, e Jacó a amava.

14

E Jacó disse a Labão, te servirei sete anos por Raquel, tua filha mais jovem, e Labão aceitou isso e Jacó serviu Labão sete anos por sua filha Raquel.

15

E, no segundo ano de residência de Jacó em Haran, no septuagésimo nono ano da vida de Jacó, morreu Eber filho de Sem, e ele tinha 464 anos em sua morte.

16

E quando Jacó soube que Eber estava morto chorou muito, e ele lamentou e o por muitos dias.

17

E, no terceiro ano de residência de Jacó em Haran, Bosmath, filha de Ismael, mulher de Esaú, deu à luz a um filho, e Esaú chamou o seu nome de Reuel.

18

E no quarto ano de residência de Jacó na casa de Labão, o Senhor visitou Labão e lembrou-se dele por conta de Jacó, e filhos lhe nasceram, e seu primeiro filho foi Beor, o segundo foi Alib, e o terceiro foi Chorash.

19

E o Senhor deu a Labão riquezas, e honra, e filhas, e o homem se engrandeceu muito por conta de Jacó.

20

E Jacob naqueles dias serviu Labão em todos os tipos de trabalho, em casa e no campo, e a bênção do Senhor estava em tudo o que pertencia a Labão na casa e no campo.

21

No quinto ano morreu Jehudith, filha de Beeri, esposa de Esaú, em Canaã, ela não teve filhos, apenas filhas.

22

E estes são os nomes das filhas que ela deu a Esaú, a mais velha foi Marzith, e o nome da menor foi Puith.

23

E quando Jehudith morreu, Esaú levantou-se e foi para Seir para caçar no campo, como de costume, e Esaú habitou na terra de Seir por um longo tempo.

24

E, no sexto ano Esaú tomou por mulher, além de suas outras esposas, Ahlibamah, filha de Zebeon o heveu, e Esaú a trouxe para a terra de Canaã.

25

E Ahlibamah concebeu e deu à luz a Esaú três filhos, Yeush, Yaalan e Coré.

26

E, naqueles dias, na terra de Canaã, havia uma disputa entre os pastores de Esaú e os pastores da terra de Canaã, pois o gado de Esaú e bens eram muito abundantes para ele permanecer na terra de Canaã, na casa de seu pai, e os da terra de Canaã não poderiam suportá-lo por conta de seu gado.

27

E quando Esaú viu que suas disputas aumentavam com os habitantes da terra de Canaã, ele se levantou e tomou suas mulheres e seus filhos e suas filhas, e todos pertencentes a ele, e o gado que possuía, e todos os seus bens que tinha adquirido na terra de Canaã, e ele foi para longe dos habitantes da terra, para a terra de Seir, e Esaú e todos pertencentes a ele habitaram na terra de Seir.

28

Mas, de vez em quando Esaú ia ver o pai e sua mãe na terra de Canaã, e Esaú misturou-se com os horeus, e ele deu as suas filhas para os filhos de Seir, o horeu.

29

E ele deu a sua filha mais velha Marzith para Aná, filho de Zebeon, irmão de sua esposa, e ele deu Puith a Azar, o filho de Bilã, o horeu, e Esaú habitou no monte, ele e seus filhos, e eles frutificaram e se multiplicaram.