O livro de Jasar - Capitulo 49

Faraó reúne todos os grandes homens do reino e nomeia José para governador do Egito

1

Após estas coisas o rei reuniu e congregou todos os seus oficiais e servos e todos os príncipes e nobres pertencentes ao rei e todos eles vieram diante do rei.

2

E o rei disse-lhes: Eis que vocês têm visto e ouvido todas as palavras deste homem hebreu, e todos os sinais que ele declarou que viriam a se passar, e nenhuma das suas palavras caiu por terra.

3

Vocês sabem que ele deu uma interpretação certa do sonho, e que certamente virá a acontecer, agora, portanto, aconselhem-se e saibam o que irão fazer, e como a terra será liberta da fome.

4

Procurem agora e vejam se alguém semelhante pode ser encontrado, em cujo coração exista Sabedoria e conhecimento, e eu o nomearei sobre a terra.

5

Pois vocês já ouviram falar do aviso do homem hebreu para salvar a terra desta fome, e eu sei que a terra não será livrada da fome, a não ser com os conselhos do homem em hebreu, com o qual me aconselhou.

6

E todos responderam ao rei e disseram: O conselho que o hebreu deu é bom; Agora, portanto, nosso senhor e rei, eis que a terra inteira esta na tua mão, faz o que parecer bem aos teus olhos.

7

Ele quem tu escolheste, e quem tu na tua sabedoria sabes ser sábio e capaz de livrar a terra com sua sabedoria, ele quem o rei indicar estar debaixo dele toda a terra.

8

E o rei disse para todos os oficiais: Eu pensei uma vez que o Criador revelou-se para o homem hebreu, tudo o que ele falou, não há nenhum outro tão discreto e sábio na terra inteira como ele; se parecer bem aos vossos olhos, eu o colocarei sobre a terra, para salvar a terra com sua sabedoria.

9

E todos os oficiais do rei e disseram: Mas certamente está escrito nas leis de Mitzraim, e não deve ser violado, que nenhum homem deve reinar sobre Mitzraim, nem ser o segundo para o rei, mas apenas aquele que tem conhecimento em todas as línguas dos filhos dos homens.

10

Portanto, nosso senhor e rei, eis que este homem hebreu, só sabe falar a língua hebraica, e como então, ele pode ser sobre nós o segundo no âmbito do governo, um homem que nem mesmo conhece nossa língua?

11

Agora pedimos para chamá-lo, para que ele venha diante de ti, e te prove em todas as coisas, e faça como lhe parecer bem.

12

E o rei disse: Isso deve ser feito amanhã, e a coisa que você disse é boa; e todos os oficiais vieram no mesmo dia diante do rei.

13

E naquela noite, Deus enviou um de seus anjos do ensino, e ele veio a terra de Mitzraim a José, e o anjo de Deus ficou com José, e eis que José estava deitado na cama à noite na casa de seu mestre, no calabouço, pois seu mestre tinha colocado ele de volta no calabouço por causa de sua esposa.

14

E o anjo despertou-lhe do seu sono, e José levantou-se, e eis que o anjo de Deus estava de pé em frente a ele. E o anjo falou com José, e ensinou-lhe todas as línguas dos homens naquela noite.

15

E o anjo de Deus foi-se, e José retornou para sua cama, e José ficou espantado com a visão que teve.

16

E veio à manhã, e o rei chamou a todos os seus funcionários e agentes, e eles vieram e sentaram-se diante do rei, e o rei ordenou que José fosse trazido, e o servos do rei foram e trouxeram José diante de faraó.

17

E o rei veio e subiu os degraus do trono, e José falou com o rei em todas as línguas, antes que chegasse diante do rei no septuagésimo degrau, e sentou-se diante do rei.

18

E o rei muito exultou por José, e os oficiais do rei exultaram grandemente com o rei quando ouviram todas as palavras de José.

19

E a coisa parecia boa aos olhos do rei e da diretoria, nomear José para ser segundo diante do rei sobre a terra inteira de Mitzraim, e o rei falou com José, dizendo:

20

Tu me deste conselhos para designar um homem sábio sobre a terra de Mitzraim, e por sua sabedoria livrar a terra da fome; agora portanto, uma vez que o Criador fez tudo isso conhecido a ti, e todas as palavras que tu falaste, não há em toda a terra um homem discreto e sábio como tu.

21

E teu nome não mais será chamado José, mas Zaphnath Paaneah deve ser o teu nome; serás segundo a mim, e da tua palavra deve ser todos os assuntos do meu governo, sob tua palavra meu povo deverá sair e entrar.

22

Também debaixo de tua mão meus servos e oficiais receberão o salário que é dado mensalmente, e a ti todas as pessoas da terra deverão curvar-se; só no meu trono eu serei maior do que tu.

23

E o rei tirou o anel de sua mão e colocou-o sobre a mão de José e o rei vestiu José com um vestuário principesco, e colocou a coroa dourada sobre sua cabeça, e ele colocou uma corrente dourada em seu pescoço.

24

E o rei ordenou seus servos, e eles fizeram ele andar na segunda carruagem que pertence ao rei, que fica oposta à carruagem do rei, e montava em um grande e forte cavalo dos cavalos do rei, e ser conduzido pelas ruas da terra de Mitzraim.

25

E o rei ordenou que todos aqueles que tocassem tamborins, harpas e outros instrumentos musicais deveriam ir adiante com José; mil tamborins, mil mecholoth e mil nebalins foram após ele.

26

E cinco mil homens, com espadas desembainhadas brilhantes em suas mãos, e eles foram marchando diante de José, e vinte mil dos grandes homens do rei vestiram-se com cintas de pele coberta com ouro, marcharam à direita de José, e vinte mil na sua esquerda, e todas as mulheres e as donzelas foram para os telhados, ou ficaram nas ruas divertindo-se e alegrando-se devido a José e olhavam para a aparência de José, e sua beleza.

27

E as pessoas do rei foram diante dele e atrás dele, perfumaram a estrada com incenso e com cássia, e todos os tipos de perfume finos, e dispersaram mirra e aloés ao longo da estrada, e vinte homens proclamaram estas palavras diante dele em toda terra em voz alta:

28

Vocês vêem este homem a quem o rei escolheu para ser seu segundo? Todos os assuntos do governo serão regulamentados por ele, e aquele que transgredir as suas ordens, ou que não se curvar diante dele, deve morrer, pois ele se rebelará contra o rei e seu segundo.

29

E quando os arautos haviam cessado a proclamar, todas as pessoas de Mitzraim curvaram-se diante de José e disseram: Que viva o rei, que viva também seu segundo; e todos os habitantes de Mitzraim curvaram-se ao longo da estrada, e quando os arautos se aproximaram deles, eles curvaram-se , e eles exultaram com todos os tipos de tamborins, mechol e nebal a José.

30

E José sobre seu cavalo levantou os olhos para o céu e clamou e disse: Ele ressuscita o pobre homem do pó, ele levanta os necessitados do monturo. Ó Deus, feliz é o homem que confia em ti.

31

E José passou por toda a terra de Mitzraim com servos do faraó e os oficiais, e eles lhe mostraram a terra inteira de Mitzraim e os tesouros do rei.

32

E José retornou, e veio nesse diante a faraó, e o rei deu a José uma posse na terra de Mitzraim, uma possessão de campos e vinhedos e o rei deu a José três mil talentos de prata e mil talentos de ouro e pedras de ônix e obdellium e muitos presentes.

33

E no dia seguinte o rei mandou todos os povos de Mitzraim trazer a José ofertas e presentes, e que aquele que violasse o comando do rei deveria morrer; e eles fizeram um altar, na rua da cidade, e espalharam vestuário lá, e quem trouxesse algo a José deveria colocar no lugar alto.

34

E todo o povo de Mitzraim lançavam coisas no altar, um homem um brinco de ouro, e outro anéis e brincos e diferentes trabalhos de ouro e prata, e pedras de Onyx e Obdellium colocaram no altar; cada um deu alguma coisa do que possuía.

35

E José tomou todas estas coisas e as colocou no seu tesouro, e todos os oficiais e nobres pertencentes ao rei exaltaram José, e eles lhe deram muitos presentes, vendo que o rei tinha o escolhido para ser seu segundo.

36

E o rei enviou para Potiphera, o filho de Ahiram, sacerdote de On, e ele levou sua jovem filha Osnathe e deu-a a José como esposa.

37

E a donzela era muito bonita, uma virgem, à qual homem nenhum tinha conhecido, e José levou-a como esposa; o rei disse a José: Eu sou o faraó, e ao lado de ti, nenhum deve se atrever a levantar a mão ou seu pé, para legislar o meu povo em toda a terra de Mitzraim.

38

E José tinha trinta anos quando ele ficou diante de faraó, e José saiu de diante do rei, e ele tornou-se o segundo no lugar do rei de Mitzraim.

39

E o rei deu a José cem servos para atender-lhe em sua casa, e José também enviou e comprou muitos servos, e permaneceram na casa de José.

40

José então construiu para si mesmo uma casa muito magnífica como as casas dos reis, perante o tribunal do palácio do rei, e ele fez na casa um grande templo, muito elegante em aparência e conveniente para sua residência, três anos ficou José construindo sua casa.

41

E José fez para si um trono muito elegante, abundante em ouro e prata, e cobriu com Obdellium e pedras de ônix, e ele fez-lhe a semelhança de toda a terra de Mitzraim e a semelhança do rio Mitzraim que regava a terra inteira de Mitzraim; e José sentou-se com segurança no seu trono em sua casa, e Deus aumentou a sabedoria de José.

42

E todos os habitantes de Mitzraim e os servos de faraó e seus príncipes amaram José excessivamente, pois isto vinha de Deus para José.

43

E José tinha um exército que fez guerra, indo em exércitos e tropas com o número de quarenta mil e seiscentos homens, capazes de suportar, em armas para ajudar o rei e José contra o inimigo, além de oficiais do rei e seus servos e habitantes de Mitzraim sem número.

44

E José deu a seus homens poderosos e todos os do seu exército, escudos e dardos e elmos e casacos de despacho e pedras para fundas.