O livro de Jasar - Capitulo 50

Prevalece no Egito, grande abundancia

1

Nesse momento os filhos Társis vieram contra os filhos de Ismael, e fizeram guerra com os filhos de Társis despojando os ismaelitas por um longo tempo.

2

E os filhos de Ismael eram pouco numerosos naqueles dias, e eles não poderiam prevalecer sobre os filhos de Társis, e eles foram extremamente oprimidos.

3

E os homens velhos dos ismaelitas enviaram um registro para o rei de Mitzraim (Egipto), dizendo: Enviem peço-lhes, teus servos oficiais e exércitos, para nos ajudar a lutar contra os filhos de Társis, pois nós estamos sendo consumidos por um longo tempo.

4

E faraó enviou José com os valentes, e o exército que estavam com ele e também seus homens poderosos da casa do rei.

5

E eles foram para as terras de Havilá para os filhos de Ismael, para auxiliá-los contra os filhos de Társis, e os filhos de Ismael lutaram com os filhos de Társis, e José derrotou os Tarsiitas, e ele subjugou todas as suas terras, e os filhos de Ismael habitam nela até este dia.

6

E quando a terra de Társis foi subjugada, todos os Tarsiitas fugiram, e entraram na fronteira de seu irmãos, filhos de Yavan (Grécia), e José com todos os seus homens poderosos e exército retornaram à Mitzraim, com nenhum homem deles faltando.

7

E no final do ano, no segundo ano de José reinando sobre Mitzraim, O Senhor trouxe grande abundância em toda a terra por sete anos, como José tinha falado, pois Deus abençoou a totalidade da produção da terra naqueles dias durante sete anos, e eles comeram e ficaram muito satisfeitos.

8

E José naquela época tinha oficiais sob as suas ordens, e eles coletaram todo o alimento dos bons anos, e coletaram o milho anualmente, e colocaram-no nos tesouros de José.

9

E a todo momento quando eles reuniam a comida, José ordenava que trouxessem o milho nas espigas, e também trouxessem consigo alguns dos solos do campo, para que ele não se estragasse.

10

E José fez assim desse jeito ano por ano, e ele empilhou milho como a areia do mar em abundância, pois seus depósitos eram imensos e não poderiam ser numerados pela abundância.

11

E também a todos os habitantes de Mitzraim, reuniram todos os tipos de alimentos em seus depósitos em grande abundância durante os sete anos bons, mas não o fizeram como José fez.

12

E todos os alimentos que José e os Mitzri (egípcios) haviam reunido durante os sete anos de abundância foram assegurados, nos depósitos para os sete anos de fome, para manter a terra inteira.

13

E cada homem dos habitantes do Egito encheu sua loja e seu lugar escondido com milho, para servir de apoio durante a fome.

14

E José colocou todo o alimento que ele tinha reunido em todas as cidades de Mitzraim, e ele fechou todos os depósitos, e sentinelas foram colocadas sobre eles.

15

E esposa de José, Osnath, filha de Potiphera, gerou-lhe dois filhos, Manasseh e Efraim, e José tinha trinta e quatro anos de idade quando ela os gerou.

16

E os rapazes cresceram e eles andaram em seus caminhos e em suas instruções, não se desviaram do caminho que seu pai ensinou-lhes, quer para a direita ou esquerda.

17

E O Senhor estava com os rapazes, e eles cresceram e tinham conhecimento e habilidade e Sabedoria em todos os assuntos de governo e os oficiais do rei e seus grandes homens dos habitantes de Mitzraim exaltaram os rapazes, e eles foram criados entre as crianças do rei.

18

E os sete anos de abundância que estavam em todo o país chegaram ao fim, e os sete anos de fome vieram depois deles como José tinha falado, e a fome estava em toda a terra.

19

E todos os povos de Mitzraim viram que havia começado a fome na terra de Mitzraim, e todas as pessoas de Mitzraim abriram seus estoques de milho, pois a fome prevaleceu sobre eles.

20

E encontraram todo o alimento que estava em seus depósitos, cheio de vermes e não apto para comer, e a fome prevaleceu em toda a terra, e todos os habitantes de Mitzraim vieram e choraram diante de faraó, pois a fome era pesada sobre eles.

21

E eles disseram a Faraó: Dê comida aos teus servos, ou nós morreremos de fome diante dos teus olhos, mesmo nós e nossos pequeninos?

22

Faraó respondeu-lhes, dizendo: E vocês choram a mim? José não mandou guardar o milho convenientemente durante os sete anos de abundância para os anos de fome? E porque vocês não ouviram a sua voz?

23

E o povo de Mitzraim respondeu o rei, dizendo: Como tua alma vive nosso senhor, teu servos fizeram tudo o que José ordenou, e teus servos também reuniram em toda a produção de seus campos durante os sete anos de abundância e colocou-a em depósitos até este dia.

24

E quando a fome prevaleceu sobre teus servos, abrimos os depósitos, e eis que todos nossos produtos estavam cheio de vermes e não estava apto para comer.

25

E quando o rei ouviu tudo o que tinha acontecido aos habitantes de Mitzraim, o rei ficou com muito medo devido à fome, e ele ficou muito apavorado; e o rei respondeu ao povo de Mitzraim, dizendo: Desde que tudo isso aconteceu à vocês, vão até José, façam tudo o que ele disser a vocês, não transgridam seus comandos.

26

E todo o povo de Mitzraim saíram e vieram a José e disseram-lhe: Dê-nos alimentos, senão nós morreremos diante de ti devido à fome; nos reunimos nossa produção durante os sete anos como tu mandaste e colocamos no depósito e, portanto, tudo isto caiu sobre nós.

27

E quando José ouviu todas as palavras do povo de Mitzraim e o que tinha acontecido, José abriu todas os seus depósitos, e ele vendeu ao povo de Mitzraim.

28

E a fome prevaleceu em toda a terra, e a fome estava em todos os países, mas na terra de Mitzraim havia produtos à venda.

29

E todos os habitantes de Mitzraim vieram a José comprar milho, pois a fome prevaleceu sobre eles, e todo seu milho estava estragado, e José diariamente vendeu para todo o povo de Mitzraim.

30

E todos os habitantes da terra de Canaan, e os filisteus, e os além do Jordão, e os filhos do Oriente e todas as cidades das terras distantes e próximas ouviram que havia milho em Mitzraim, e todos eles vieram para Mitzraim comprar milho, porque a fome prevaleceu sobre eles.

31

E José abriu os depósitos de milho, e colocou oficiais sobre eles, e diariamente vendiam a todos que vieram.

32

E José sabia que seus irmãos também chegariam à Mitzraim para comprar milho, pois a fome prevaleceu por toda a terra. E José mandou todos seus povos que proclamassem em toda a terra de Mitzraim, dizendo:

33

É o prazer do rei, e de seu segundo e de seus grandes homens, que qualquer pessoa que pretende comprar milho em Mitzraim não enviem seus servos para Mitzraim para comprar, mas seus filhos, e também qualquer Mitzri (egípcio) ou Cananeu, que vier a qualquer um dos depósitos comprar milho em Mitzraim e ir e vendê-lo em toda a terra, ele deve morrer, porque ninguém deve comprar para vender, mas sim para o apoio do seu agregado familiar.

34

Qualquer homem guiando dois ou três animais morrerá, pois um homem só deve conduzir seu animal.

35

E José colocou sentinelas nos portões de Mitzraim e mandou-os, dizendo: Qualquer pessoa que vier para comprar milho, faça-o inserir seu nome e o nome de seu pai e o nome do pai de seu pai por escrito, e tudo o que é escrito por dia, envie a mim à noite para que eu possa saber seus nomes.

36

E José colocou oficiais em toda a terra de, e mandou que eles fizessem todas estas coisas.

37

E José fez todas estas coisas, e fez estes estatutos, a fim de que ele soubesse quando seus irmãos viessem a Mitzraim para comprar milho; e as pessoas de José fizeram isto ser proclamado em Mitzraim , de acordo com estas palavras e estatutos que José mandou.

38

E todos os habitantes do Leste e oeste do país e de toda a terra ouviram os estatutos e regulamentos que José tinha promulgado em Mitzraim e os habitantes das partes extremas da terra vieram e compraram o milho em Mitzraim dia após dia e, em seguida, se afastavam.

39

E todos os oficiais de Mitzraim fizeram como José mandou, e todos os que vieram para Mitzraim para comprar milho, os guardiões do portão escreviam seus nomes, e os nomes de seus pais e traziam diariamente à noite para José.