O livro de Jasar - Capitulo 53

Os filhos de Jacó novamente vão para o Egito comprar pão

1

E os filhos de Jacó levantaram-se e tomaram Benjamim e todos os presentes e eles foram para Mitzraim e ficaram diante de José.

2

E José viu seu irmão Benjamim com eles, e ele saudou-os, e estes homens chegaram a casa de José.

3

E José comandou o superintendente de sua casa, a dar a seus irmãos de comer, e ele o fez.

4

E ao meio-dia José mandou seus homens entrarem diante dele com Benjamim, e os homens disseram ao superintendente da casa de José sobre a prata que foi devolvida em seus sacos e ele disse-lhes: Isto será bem para vocês, não tenham medo; e trouxe seu irmão Simeãoaté eles.

5

E Simeão disse a seus irmãos: O senhor dos egípcios agiu muito gentilmente comigo, ele não me manteve preso, como vocês viram com os seus olhos, pois quando vocês saíram da cidade ele libertou-me e tratou-me gentilmente comigo em sua casa.

6

E Judá tomou Benjamim pela mão, e eles vieram diante de José, e eles curvaram-se no chão.

7

E os homens deram o presente a José, e todos eles sentaram-se diante dele, e José disse a eles: Está tudo bem com vocês, está bem com seus filhos, está tudo bem com seu pai idoso? E eles disseram: Está tudo bem; e Judátomou o registro que Jacó tinha enviado, e deu-o na mão de José.

8

E José leu a carta e conheceu a letra de seu pai, e ele quis chorar, e ele entrou em uma sala interior, e chorou um grande choro; e ele saiu.

9

E ele levantou os olhos e viu seu irmão Benjamim e ele disse: Este é seu irmão de quem vocês falaram para mim? Benjamim se aproximou de José e José colocou sua mão sobre sua cabeça e ele lhe disse: Deus possa ser bom para ti, meu filho.

10

E quando José viu seu irmão, filho de sua mãe, desejou novamente chorar, e ele entrou na câmara e chorou lá, e ele lavou o rosto e saiu, e absteve-se do choro, e ele disse: Preparem comida.

11

E José tinha uma taça donde ele bebeu, e era de prata belamente incrustada com pedras de Ônix e Obdellium, e José colocou a taça aos olhos dos seus irmãos enquanto eles estavam assentados para comer com ele.

12

E José disse aos homens: Eu sei por esta taça que Ruben é o Primogênito, Simeão e Levi e Judá, Issachar e Zebulom são filhos de uma mãe, assento-vos para comer de acordo com seus nascimentos.

13

E ele também colocou os outros de acordo com seus nascimentos, e ele disse: Eu sei que este seu irmão mais jovem não tem nenhum irmão e, como ele, não tem nenhum irmão, ele deve, sentar-se e comer comigo.

14

E Benjamim subiu diante de José, e sentou-se no trono, e os homens contemplaram os atos de José, e eles estavam espantados com eles; e os homens comeram e beberam nesse momento com José e ele deu, em seguida presentes, e José deu um presente a Benjamim, e Manassés e Efraim viram os atos de seu pai, e eles também deram presentes a ele, e Osnath deu-lhe um presente, e haviam cinco presentes na mão de Benjamim.

15

E José trouxe vinho para beber, e eles não quiseram beber, e eles disseram: Desde o dia em que José foi perdido nós não bebemos vinho, nem comemos qualquer iguarias.

16

E José jurou-lhes, e ele insistiu-lhes muito, e beberam abundantemente com ele naquele dia, e José depois virou-se para seu irmão Benjamim para falar com ele, e Benjamin ainda estava sentado no trono diante de José.

17

E José disse-lhe: Você teve algum filho? E ele disse: Teu servo tem dez filhos, e estes são seus nomes: Bela, Becher, Ashbal, Gera, Naamã, Achi, Rosh, Mupim, Chupim e Ord e eu chamei seus nomes após meu irmão quem eu não vi.

18

E ele ordenou que eles trouxessem diante dele seu mapa das estrelas, segundo o qual José sabia todos os tempos, e José disse a Benjamim, ouvi dizer que os Hebreus são familiarizados com toda a sabedoria, tu sabes alguma coisa disto?

19

E Benjamin disse: Teu servo conhece toda a sabedoria que meu pai ensinou-me; e José disse: Benjamim, olha agora no presente instrumento e entenda onde teu Irmão José está em Mitzraim, que você disse que desceu a Mitzraim.

20

E Benjamim contemplou esse instrumento com o mapa das estrelas do céu, e ele foi sábio e olhou para saber onde estava seu irmão, e Benjamim dividiu a terra inteira de Mitzraim em quatro divisões, e ele descobriu que aquele que estava sentado no trono diante dele era seu irmão José, e Benjamim questionou muito e quando José viu que seu irmão Benjamim ficou muito admirado, ele disse: o que tu viste, e por que tu estas surpreendido?

21

E Benjamin disse a José: Eu posso ver por isso, que meu irmão José está assentado aqui comigo sobre o trono; e José lhe disse: Eu sou teu irmão José, não revele isto para teus irmãos; Eis que vou enviar te com eles quando eles forem embora, e eu mandarei eles serem trazidos de volta novamente para a cidade, e eu te levarei para longe deles.

22

E se eles se arriscarem as suas vidas e lutarem por ti, então eu saberei que eles se arrependeram do que eles fizeram a mim, e vou revelar-me, e se eles te abandonarem quando eu levar-te, então tu permanecerás comigo, e eu vou disputar com eles, e eles deverão se afastar, e eu não vou revelar-me para eles.

23

Nesse momento José mandou seu oficial preencher seus sacos com comida, e colocar cada dinheiro dos homens em seu saco, e colocar a taça no saco de Benjamim e dar-lhes provisão para a estrada, e assim fizeram.

24

E no dia seguinte os homens levantaram-se no início da manhã, e eles carregaram seus burros com seu milho, e eles saíram com Benjamim, e eles foram para a terra de Canaan com seu irmão Benjamim.

25

Eles não tinham ido longe de Mitzraim, quando José ordenou aos que eram de sua casa, dizendo: Vão, persigam estes homens antes de irem muito longe de Mitzraim e digam-lhes: Por que vocês roubaram a taça do meu mestre?

26

E o oficial de José foi, e ele chegou a eles, e ele falou-lhes todas as palavras de José; e quando eles ouviram isto ficaram extremamente irritados, e eles disseram: Aquele com o qual o taça de seu mestre for encontrada, deve morrer e nós também nos tornarmos escravos.

27

E eles apressaram-se e cada homem derrubou seu saco de seu burro, e olharam dentro dos sacos e a taça foi encontrada no saco de Benjamim, e eles rasgaram suas vestes e eles voltaram para a cidade, e eles bateram em Benjamim na estrada, continuaram batendo até que eles chegaram à cidade, ficaram diante de José.

28

E acendeu a raiva de Judá, e ele disse: Este homem só trouxe de volta para que destrua Mitzraim neste dia.

29

E os homens chegaram à casa de José, e encontraram José sentado no seu trono, e todos os homens poderosos de pé na sua direita e esquerda.

30

E José disse-lhes: O que é este ato que vocês cometeram, pegando minha taça de prata, e foram embora? Mas eu sei que vocês tomaram meu copo para saberem em que parte da terra esta seu irmão.

31

E Judá disse: O que é que vamos dizer ao nosso senhor, o que nós falaremos, e como é que nos vamos justificar a nós mesmos, Deus neste dia encontrou a iniquidade em todos os teus servos, portanto Ele fez esta coisa a nós neste dia.

32

E José levantou-se e pegou Benjamim e levou-o de seus irmãos com violência, e ele veio para a casa e trancou a porta para eles, e José mandou os de sua casa para o que deviam dizer à eles: Assim diz o rei, vão em paz a seu pai, eis que eu tomei o homem em cuja mão foi encontrada a minha taça.