O livro de Jasar - Capitulo 58

Faraó morre e o governo do Egito recai sobre José

1

E aconteceu no trigésimo segundo ano dos israelitas terem ido a Mitzraim (Egipto), que é o ano setenta e um da vida de José, morreu o rei-faraó de Mitzraim, e Magron seu filho reinou em seu lugar.

2

E faraó mandou José antes de sua morte, ser como um pai para seu filho Magron, e que Magron deveria estar sob o cuidado de José, e sob o seu conselho.

3

E toda Mitzraim (Egipto) consentiram isto ao qual José deveria ser rei sobre eles, pois todos os egípcios amavam José até então, Magron o filho do faraó, sentar no trono do seu pai, e ele se tornou rei naqueles dias.

4

Magron tinha quarenta e um anos de idade quando ele começou a reinar, e quarenta anos ele reinou no Egipto, e todo Egipto chamou seu nome faraó como era seu costume no Egipto para cada rei que reinava sobre eles.

5

E aconteceu que ao faraó reinar no lugar de seu pai, ele colocou as leis do Egipto e todos os assuntos de governo, na mão de José, como seu pai tinha comandado a ele.

6

E José tornou-se rei sobre o Egipto, pois ele governou sobre Egipto, e todo Egipto estava sob seus cuidados, e sob o seu conselho, todo Egipto inclinava-se a José após a morte de faraó, e eles o amaram muito.

7

Mas havia algumas pessoas entre eles, que não gostavam dele, dizendo: Nenhum estranho deve reinar sobre nós; ainda assim todo o governo do Egipto estava atribuído naqueles dias a José, após a morte do faraó, ele era o regulador, fazendo como ele gostava em toda a terra, sem qualquer um interferir.

8

E todo Egipto estava sob os cuidados de José, e José fez guerra com seus inimigos que os cercavam, e ele os subjugou. Também toda a terra e todos os filisteus, até às fronteiras de Canaan, José subjugou, e eles estavam todos sob seu poder, e eles pagavam um imposto anual para José.

9

E rei-faraó do Egipto sentou-se no seu trono no lugar de seu pai, mas ele estava sob o controle e conselho de José, como ele estava antes sob o controle de seu pai.

10

Nem ele reinou, na terra do Egipto, mas José reinou sobre todo o país do Egipto até o grande rio Perath.

11

E José foi bem sucedido em todos os seus caminhos, e Deus estava com ele, e concedeu a José adicional sabedoria, e honra, e amor a ele dado pelos corações dos egípcios, e em toda a terra, e José reinou sobre todo o país quarenta anos.

12

E todos os países dos filisteus, e Canaan, e Sidom e do outro lado do Jordão, trouxeram presentes a José todos os seus dias, e todo o país estava na mão de José, e eles trouxeram-lhe um tributo anual como foi regulamentado, pois José tinha lutado contra todos os seus inimigos da vizinhança e subjulgado-os, e o país inteiro estava na mão de José, e José sentou-se com segurança no seu trono no Egipto.

13

E também todos os seus irmãos filhos de Jacó habitaram firmemente na terra, todos os dias de José, e eles foram frutíferos e multiplicaram-se excessivamente na terra, e serviram a Deus todos os dias, como seu pai Jacótinha comandado-os.

14

E aconteceu ao final de muitos dias e anos, quando os filhos de Esaú habitavam calmamente em suas terras com Bela seu rei, que os filhos de Esaú foram frutiferos e multiplicaram-se na terra, e eles decidiram ir e lutar com os filhos de Jacó e todo Egipto, para livrar seu irmão Zepho, filho de Ulifaz e seus homens, pois eles ainda eram naqueles dias, escravos de José.

15

E os filhos de Esaú foram à todos os filhos do Oriente, e eles fizeram a paz com eles, e todos os filhos do Oriente vieram para ir com os filhos de Esaú ao Egipto para a batalha.

16

E vieram também do povo de Angeas, rei de Dinhabah, e eles também enviaram os filhos de Ismael, e eles também vieram a eles.

17

E todas estas pessoas reuniram-se e vieram a Seir para ajudar os filhos de Esaú em sua batalha, e este acampamento foi muito grande em pessoas, numeroso como a areia do mar, cerca de oitocentos mil homens, infantaria e cavalaria, e todas estas tropas foram ao Egipto para lutar com os filhos de Jacó, e eles acamparam em Ramsés.

18

E José foi com seus irmãos e com os valentes do Egipto, cerca de seiscentos homens, e lutaram com eles na terra de Ramsés; e os filhos de Jacó nesse momento novamente lutaram com os filhos de Esaú, no ano cinquenta da vida dos filhos Jacó no Egipto, que é o trigésimo ano do reinado de Bela sobre os filhos de Esaú em Seir.

19

E Deus entregou todos os homens poderosos de Esaú, e os filhos do Oriente na mão de José e seus irmãos, e o povo dos filhos de Esaú e as crianças do Oriente foram derrotados diante de José.

20

E do povo de Esaú e os filhos do Oriente que foram massacrados, caíram diante dos filhos de Jacóaproximadamente duzentos mil homens, e seu rei Bela, rei o filho de Beor, caiu com eles na batalha, e quando os filhos de Esaú viram que seu rei tinha caído na batalha e estava morto, suas mãos enfraqueceram-se no combate.

21

E José e seus irmãos e todo Egipto ainda estavam prevelecendo sobre as pessoas da casa de Esaú, e as pessoas de Esaú tiveram medo dos filhos de Jacó e fugiram diante deles.

22

E José e seus irmãos e todo Egipto perseguiram-nos por um dia de viagem, e feriram ainda deles cerca de trezentos homens, continuando a derrotá-los na estrada, e eles mais tarde voltaram.

23

E José e todos os seus irmãos voltaram ao Egipto, nenhum homem faltava deles, mas dos egípcios lá caíram doze homens.

24

E quando José retornou ao Egipto, ele ordenou que Zepho e seus homens fossem adicionalmente presos, e eles prenderam-nos em ferros, aumentando sua dor.

25

E todo o povo dos filhos de Esaú e dos filhos do Oriente voltou em vergonha cada um para sua cidade, pois todos os homens poderosos que estavam com eles tinham caído no campo de batalha.

26

E quando os filhos de Esaú viram que seu rei havia morrido em batalha, eles tomaram um homem do povo dos filhos de Leste; seu nome era Yobab, filho de Zarach, da terra de Botzrah, e eles levaram-no para reinar sobre eles em vez da Bela seu rei.

27

E Yobab sentou-se no trono de Bela como rei em seu lugar, e Yobab reinou em Edom ao longo de todos os filhos de Esaú dez anos, e os filhos de Esaú não mais lutaram com os filhos Jacó daquele dia em diante, pois os filhos de Esaú sabiam o valor dos filhos de Jacó e eles tinham muito medo deles.

28

Mas desse dia em diante os filhos de Esaú odiaram os filhos de Jacó, e o ódio e inimizade foram muito fortes entre eles todos os dias, até este dia.

29

E aconteceu depois disso, no final de dez anos, Yobab, filho de Zarach, de Botzrah, morreu e os filhos de Esaú tomaram um homem cujo nome era Chusham, da terra de Teman, e fizeram dele rei sobre eles em vez de Yobab, e reinou Chusham em Edom sobre todos os filhos de Esaú por vinte anos.

30

E José, rei do Egipto e seus irmãos e todos os filhos de Israel habitaram com segurança no Egipto, naqueles dias, juntamente com todos os filhos de José e seus irmãos, não tiveram qualquer entrave ou acidente, na terra do Egipto naquela época, descansou da guerra nos dias de José e seus irmãos.